Zé Octavio: pesquisador da Black Rio e dos Botequins completa 30 anos de carreira e ganha biografia

Em 2021, o curador musical, jornalista, produtor e pesquisador da memória dos botequins cariocas Zé Octavio Sebadelhe completa 50 anos de vida e 30 anos de carreira.


Dos inferninhos de Copacabana aos botequins do subúrbio, passando por apresentações em Nova York, vamos apresentar a sua coleção de discos de vinil e o seu mergulho no Movimento Black Rio. Será uma justa homenagem à contribuição do pesquisador e DJ para a cultura do Rio de Janeiro, incluindo cenas curiosas que só o leitor conhecerá.



Para comemorar essa trajetória e a contribuição para a cultura brasileira, Leo Feijó está organizando com um grupo de amigos e inimigos a publicação de “Gargalo”, uma biografia não-alcoolizada de Zé Octávio.


Será a primeira de uma série especial sobre os "Malditos Cariocas", um povo que ama a música, a cultura e a cidade, e que não desiste jamais (ainda que possa morar um tempo em São Paulo para pagar as contas).


Aguardem!

34 visualizações0 comentário